Imposto de Renda 2020: Tabela, Declaração, Alíquotas

Um assunto bem comentado e que sempre gera dúvidas entre os brasileiros, é o Imposto de Renda 2020. Isso porque é preciso está seguindo todos os seus procedimentos de forma correta para que tudo dê certo de primeira. Sabendo que esses procedimentos requer bastante atenção reunimos as principais informações sobre o Imposto de Renda 2020, para que você possa se programar ainda melhor.

Imposto de Renda 2020

Imposto de Renda 2020

Então, para saber como esse procedimento é feito e quais as melhores dicas sobre esses passos é preciso entender como funciona cada componente.

Nesse texto você encontrar um acompanhamento bem detalhado sobre os problemas e soluções caso aconteça algum imprevisto em seu Imposto de Renda 2020. Continue lendo e fique por dentro do assunto.

Imposto de Renda 2020

Uma taxa que é cobrada de forma anual para um determinado grupo de pessoas, o Imposto de Renda é cobrado de acordo com o rendimento dos brasileiros em suas devidas ocasiões.

Todos os anos, o Imposto sobre o Rendimento recebe bastante atenção por parte dos trabalhadores que recebem um salário mais elevado. Isso porque é feito um determinado sobre ele, com as bases que são definidas pela Receita Federal para aquele ano.

De acordo com esses parâmetro, é possível entender que, quanto mais alto for o salário recebido, mais alto também será o valor do seu Imposto de Renda 2020. Mas não precisa se assustar!

Todos os anos, com as mudanças que ocorrem a respeito de nossa economia, também é definido um valor máximo para essa contribuição.


Quem deve declarar o Imposto de Renda 2020?

O IR sempre tem sua formas de pagamento e regras estabelecidas a serem seguidas. Juntamente com outro impostos que são implementados de forma obrigatória, ele não é destinado a todas as pessoas brasileiras.

Ciente disse, confira abaixo os requisitos de quem deve declarar o Imposto De Renda 2020 e saiba se esse imposto é destinado a  você:

  • Pessoas que residem em terras brasileiras e tiveram um rendimento tributável superior à R$ 28.559,70 ao ano anterior ou ou R$ 1.903,98 mensais;
  • Cidadãos que obtiverem rendimentos tributáveis ou não tributáveis exclusivamente da fonte superior ao valor de 40.000,00;
  • Cidadãos que tiveram renda anual que ultrapassou o valor de R$ 142.798,50;
  • Cidadãos que tiveram como posse de bens cujo o valor atingiu R$ 300.000,00 ou acima dele;
  • Obteve ganho de capital sobre alienação de bens e direitos;
  • Cidadãos que fizeram na bolsa de valores, mercados futuros ou atividades parecidas;
  • Cidadãos do setor rural que queiram realizar compensação de prejuízos e perdas nos anos passados;
  • Pessoas que passaram a ter a condição de cidadão brasileiro e se encontrando no país dentro do período do ano passado.

Se você está dentro de uma opções acima, é aconselhado que procure entender mais sobre o assunto para ficar em dia com o seu imposto,assim, evitando problemas futuros com a Receita Federal.

Quem não precisa declarar o IRPF 2020?

Não encontrou nenhuma que situação em que você pudesse se encontrar no tópico acima? Para não ter mais dúvidas, veja quem não precisa declarar Imposto de Renda 2020:

  • Pessoas que não estejam enquadradas nos requisitos que informamos acima;
  • Pessoas que possam se encaixar nos quesitos acima, mas estão em condições de dependentes outra pessoa que também realiza suas contribuições;
  • Cidadãos que passaram a ter posse de bens e direitos sem ultrapassar o valor de R$ 300.000,00, no último mês do ano anterior.

Valor do Imposto de Renda 2020

Sempre que chega um novo ano, é necessário que estejamos atentos aos novos detalhes definidos pela Receita Federal. Isso porque ela é responsável para definir cada valor destinados às alíquotas dentro de sua tabela.

Como já falamos, o valor do IRPF 2020 sempre é cobrado de acordo com o valor bruto do salário do trabalhador. Por isso, existem várias definições e também, formas de declarações anuais e mensais.

Então, para que os brasileiros possam efetuar sua contribuição e saber os seus valores, é preciso checar quais são os percentuais de cada tipo de alíquotas e fazer o cálculo de acordo com os valores de seu rendimento.


Quem tem isenção do Imposto de Renda 2020?

Mesmo sendo um imposto obrigatório, também é definido alguns critérios de quem não precisa está pagando essa taxa. Veja abaixo, quem tem isenção do imposto de renda 2020:

➜ Brasileiros com renda mensal menor aos valores definidos nas alíquotas de pagamento;

➜ Portadores de doenças, como:

  • AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida);
  • Alienação Mental;
  • Cardiopatia Grave;
  • Cegueira (inclusive monocular);
  • Contaminação por Radiação;
  • Doença de Paget em estados avançados (Osteíte Deformante);
  • Doença de Parkinson;
  • Esclerose Múltipla;
  • Espondiloartrose Anquilosante;
  • Fibrose Cística (Mucoviscidose);
  • Hanseníase;
  • Nefropatia Grave;
  • Hepatopatia Grave;
  • Neoplasia Maligna;
  • Paralisia Irreversível e Incapacitante;
  • Tuberculose Ativa.

Não se esqueça que, para que a isenção seja de fato validada, é preciso que o inseto esteja comprovando essas informações à Receita Federal.

No geral, é solicitado que o cidadão esteja se submetendo a uma consulta médica, para que seja comprovado que o cidadão é de fato, o portador de uma das doenças que citamos acima.


Como declarar Imposto de Renda 2020?

Já por dentro das regras de quem deve ou não declarar seu imposto de renda todos os anos, é preciso agora, se atentar em como declarar Imposto de Renda 2020. Embora nãos eja um procedimento muito complicado, ele é bem trabalhoso.

Isso porque os brasileiros que realizam esses procedimento devem está sempre atentos aos mínimos detalhes dos documentos que lhe é solicitado. São muitos números a serem copiados e nesse procedimento, você não pode cometer erros.

Será preciso que você esteja detalhando alguns documentos como:

  • Dívidas e ônus reais;
  • Pagamentos já efetuados;
  • Bens e direitos recebidos no ano anterior;
  • Doações realizadas;
  • Importações;
  • Imposto pago ou retido;
  • Rendimentos;
  • Detalhes de seus dependentes;
  • Outras rendas;
  • Entre outros.

Como avanço tecnológico, você pode ter mais opções de como realizar esse procedimento, sem precisarmos sair de casa. Mas é bom que, para ambos, você já esteja com todas as documentações reunidas. Isso tomará menos tempos e evitará complicações com seu Imposto de Renda 2020.


Aplicativo Imposto de Renda 2020

Hoje, todos nós conseguimos realizar vários procedimentos sem precisar sair de casa, usando apenas o celular.

E para o imposto de renda não é diferente. Veja a seguir, como usar o aplicativo Imposto de Renda 2020 no passo a passo:

  • Com o seu aparelho conectado a internet, acesse a loja e encontre o aplicativo nomeado: IRPF;

  • Em seguida, selecione para instalar e aguarde sua instalação;
  • Depois de instalado, abra o aplicativo e selecione a opção ‘Fazer Declaração’;
  • Prossiga clicando em ‘Criar ou Continuar sua declaração’;

  • E para finalizar, clique em ‘Fazer declaração’ e preencha os campos com seus rendimentos.

Programa Imposto de Renda 2020

Outra opção também, é através do programa Imposto de Renda 2020, veja:

  • Realize seu download de acordo com o sistema operacional do seu computador;
  • Após baixado, instale-o;
  • Em seguida, abra o programa;
  • No meu esquerdo, selecione a opção ‘Continuar ou criar declaração’;

  • Preencha todos os campos solicitados com os detalhes de suas documentações até finalizar o procedimento e clique em ‘Entregar Declaração’.

Lembre-se! Você precisa está conectado a internet para que ambos os procedimentos sejam válidos!


Malha Fina Imposto de Renda 2020

A importância de estarmos sempre falando, que é preciso que você esteja sempre atento aos detalhes que você irá escrever para declarar sua renda, é devido à malha fina Imposto de Renda.

Embora possa ser algum erro que sem querer você tenha cometido, ele será identificado. Isso porque a malha fina é responsável para identificar falsas declarações, que são feitas por pessoas que tentam burlar esse imposto. Então, para não ser confundido, esteja atento às suas afirmações.


Consultar restituição do Imposto de Renda 2020

Outra opção que você também tem que pode ser uma grande aliada, é a consulta restituição do Imposto de Renda 2020. Sabendo que esses valores podem variar e ser bem complicados na hora do cálculo, você pode revisá-lo.

Assim, se você achar que fez um pagamento que passou do que era destinado a você, você pode solicitar essa consulta. Acesse aqui e preencha os campos para essa solicitação.


Prazos de pagamento Imposto de Renda 2020

Assim como qualquer imposto é cobrado, também é definido os prazos de pagamento Imposto de Renda. Estando em dia, você evitará acréscimos sobre o seu valor inicial.  O valor da multa estabelecida para esse imposto, pode checar até R$ 200.

No momento ainda não foram definidos os novos prazos, mas você pode tomar os que estão vigente como modelo, veja:

Lote Data
17/06/2019
15/07/2019
15/8/2019
16/9/2019
15/10/2019
18/11/2019
16/12/2019

Assim que for divulgado, nós estaremos mantendo você atualizado com essas datas para efetuar o pagamento do Imposto de Renda 2020.


Diferença entre IRPF e IRPJ 2020

Ainda existem pessoas que não sabem quais são os tipos de imposto de renda existente, então, veja quais são eles a seguir:

Imposto de Renda Pessoa Física

Esse tipo de imposto é cobrado através do IRRF, para o Imposto de Renda Retido na Fonte e também pelo DIR que é a declaração de ajuste Anual do Imposto de Renda, como já falamos, destinados a pessoas físicas.

Sua cobrança é feita através de sua folha de pagamento, para conferir, basta checar o seu extrato.

Imposto de Renda Pessoa Jurídica

Já esse tipo de imposto, é destinado apenas às pessoas jurídicas, ou seja, não tem nenhum envolvimento com pessoa física, mesmo que seja seu representante. Ele é cobrado dos seguintes órgãos: igrejas, órgãos do Governo, empresas, sociedades, partidos políticos,

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Imposto de Renda 2020: Tabela, Declaração, Alíquotas

Leave a Reply